Em Imobiliário

Bolsa de valores, renda fixa, fundos de investimento. Entre as inúmeras possibilidades de aplicar valores, uma que tem atraído investidores nos últimos anos é a de apostar num ramo específico do mercado imobiliário: loteamentos.

Divisão de um terreno em pequenas unidades independentes, com infraestrutura viária, de iluminação e saneamento, o loteamento é um importante modelo de negócio que atrai não apenas pessoas interessadas em construir e morar, mas também investidores.

Neste artigo, vamos entender melhor como funciona o investimento em loteamentos e por que isso pode ser benéfico às suas finanças. Vamos lá!

Investimento em loteamentos

Com a escassez de terrenos para verticalização nas grandes cidades, os loteamentos se tornaram opções para quem quer construir ou investir, visto que têm o metro quadrado muito mais barato do que a área construída e tendem a valorizar com o tempo.

Uma pessoa, assim, ao invés de construir, pode adquirir um loteamento logo na sua implantação e vender depois, visto que o lote, normalmente, sempre tende à valorização.

Isso ocorre porque a estrutura que acompanha o loteamento – saneamento, iluminação, vias internas – pode levar até dois anos para ficar pronta, por lei, e, após a conclusão das obras, o lote estará mais valorizado em relação ao momento da compra, quando a infraestrutura não existia.

Além da estrutura do loteamento em si, a valorização pode vir da estrutura comunitária que seja criada em volta; afinal, muitas vezes, a implantação de um loteamento traz novos negócios para a região, comércio, equipamentos públicos, praças, etc.

A atração de comércio e infraestrutura para a região em torno do loteamento é natural, valoriza os próprios lotes e ainda a região que os cerca, ajudando no desenvolvimento da comunidade.

O investimento pode ser feito não apenas com a compra do lote, mas também com a criação do loteamento em si: ao pegar um terreno, loteá-lo e vender separadamente os lotes, mesmo com as despesas de infraestrutura, pode-se ter um excelente lucro.

É importante observar que, para quem tem o capital necessário para lotear um terreno, o loteamento é mais interessante que a incorporação, pois tem custos muito menores, mantendo uma alta margem de lucro.

Bom para suas finanças

Uma grande vantagem do investimento em loteamentos é que os custos de tributação são menores, menos de 6% sobre o faturamento. Além disso, o tributo é baseado no lucro presumido, e não no lucro real.

Além disso, a compra de loteamentos pode vir com vantagens, como financiamentos com taxas de juros bastante atrativas, por tratar-se de imóvel – uma boa opção para quem não pode pagar à vista.

Além disso, o investimento em loteamentos tende a manter sua rentabilidade mesmo em tempos de crise, além de manter maior liquidez do que um imóvel pronto, de maneira geral.

Atenção aos detalhes

Ao comprar um loteamento, é importante, contudo, ter atenção a alguns detalhes para evitar problemas jurídicos e financeiros.

É necessário, primeiramente, avaliar a credibilidade da empresa que criou o loteamento, de forma a avaliar se ela entregará todas as obras no prazo e se faz um trabalho de boa qualidade, a fim de evitar surpresas negativas.

Busque ainda informações sobre taxas, prazos e condições de financiamento, caso não vá pagar à vista: fique atento às cláusulas contratuais e calcule quanto pagará de juros e se a parcela cabe no seu bolso. Atenção e cautela são muito importantes na hora de fechar um financiamento.

Por fim, é importante se atentar à questão legal propriamente dita: o loteamento deve estar devidamente registrado no Cartório de Imóveis, além de contar com a devida autorização da prefeitura. Em nenhuma hipótese invista em lotes que não tenham a devida regularização.

Artigos recomendados

Deixe um comentário